Fone 21 25277040 info@orbitamusic.com.br

Preparando Audio PCM para comerciais TV Globo

Preparando Audio PCM para comerciais TV Globo
13 de junho de 2017 AlessandraMarfisa

O Orbita Studio conta com equipamentos e profissionais qualificados para atender a norma padrão de entrega de audio exigida pela TV Globo que se modernizou por conta da digitalização de canais de TV e RTV no Brasil; consolidadas na Portaria 378, de 22 de janeiro de 2016.

Fazemos os ajustes do loudness para os comerciais da GLOBO conforme as exigências da transmissão digital.

ÁUDIO PARA COMERCIAIS

O nível de áudio das mensagens publicitárias deverá ser ajustado com medidores de loudness em conformidade com a recomendação EBU R-128-2011.

Possuimos  medidores: Hardware: RTW TM3 (até 5.1), TM7 (até 16 canais), TM9 (até 16 canais), Dolby LM100 (apenas estéreo) / Software: TC Electronic LM6 (plug-in para Final Cut Pro, ProTools e outros softwares de edição, até 5.1), TC Electronic LM2 (apenas estéreo), Dolby Media Meter, e R128GAIN (Open Source).

PREPARAMOS ÁUDIO EM RESOLUÇÃO 24 BITS 16 BITS
Faixas de Frequência 20Hz a 20 kHz
Conteúdo do Canal 1 PGM estéreo L
Conteúdo do Canal 2 PGM estéreo R
Conteúdo do Canal 3 SAP L ou PGM L (preenchimento obrigatório do canal)
Conteúdo do Canal 4 SAP R ou PGM R (preenchimento obrigatório do canal)
Conteúdo do Canal 5 Sem áudio
Conteúdo do Canal 6 Sem áudio
Conteúdo do Canal 7 Audiodescrição L ou PGM L (preenchimento obrigatório do canal)
Conteúdo do Canal 8 Audiodescrição R ou PGM R (preenchimento obrigatório do canal)

 

MAIS INFORMAÇÕES

A transição do sistema de TV analógico para a TV digital mudou o modo como as agências de publicidade entregam o comercila a ser veiculado na TV GLOBO.

Em 2011, a GLOBO iniciou a mudança para o ambiente digital escolhendo do XDCAM como mídia-padrão e a partir de 2016 adotou como formato padrão o 16:9 Letterbox nas transmissões analógicas.

E então, a partir do dia 20 de março, na TV Globo, todo o conteúdo contido na
região da Safe Area 16:9 passou a ser exibido tanto no canal digital quanto no canal analógico, como parte das ações do cronograma para o desligamento do sinal analógico de TV.

Os comercial produzidos pelas agências de publicidade passaram a serem recebidos em arquivo, através dos players já homologados pela TV Globo: Adstream, Adtoox, A+V Zarpa e Casa Vaticano

O material para veiculação deve ser entregue somente nos formatos XDCAM-HD 50Mbps, com relação de aspecto 16:9 ou XDCAM-SD 50Mbps com relação de aspecto 4:3.

• Se o comercial for produzido em alta definição, deve ser entregue apenas em HD.

• No Canal Analógico, o comercial HD será convertido para SD no formato 16:9 Letterbox, que é o mesmo utilizado pela TV Globo na exibição dos seus produtos. Dessa forma, as informações contidas dentro da Safe Area 16:9 da imagem original serão preservadas tanto na exibição digital quanto na analógica.

• Os comerciais produzidos originalmente em SD continuam a ser recebidos normalmente e serão exibidos na região da imagem 16:9, conforme figura ao lado.

• O material dever ser entregue no seguinte formato: claquete de 5 segundos, black de 2 segundos sem áudio, comercial, e black de 2 segundos sem áudio após o comercial.

EXIBIÇÃO NO FORMATO 16:9 LETTERBOX NO CANAL ANALÓGICO

O formato 16:9 Letterbox na transmissão analógica permite que todo o conteúdo produzido em HD será exibido sem cortes no canal analógico.

A adoção desse formato faz parte das recomendações do Gired (Grupo de Implantação do Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV), consolidadas na Portaria 378, de 22 de janeiro de 2016, do Ministério das Comunicações.

ACESSIBILIDADE

Closed Caption
Esta tecnologia permite que deficientes auditivos acompanhem os diálogos e falas de programas e comerciais produzidos/transmitidos com este recurso, por meio de legendas inseridas no vídeo. O telespectador pode acessar o recurso acionando a tecla CC ou por meio do menu do televisor.

Existe a possibilidade de transmissão do Closed Caption. O comercial, quando produzido com o recurso, deverá informar na claquete e seguir o padrão indicado na página 1. Sugerimos a utilização de um logo identificando o recurso, que deverá ser inserido no início do comercial por pelo menos 5 segundos.
Audiodescrição

A audiodescrição permite que deficientes visuais acompanhem as cenas sem diálogo e falas de programas e comerciais produzidos com esse recurso, por meio da narração dessas cenas em uma trilha sonora adicional na transmissão digital (HDTV). O telespectador pode acessar essa trilha de áudio adicional por meio do menu de áudio do televisor. O comercial, quando produzido com o recurso, deverá indicar na claquete e seguir o padrão indicado na página 1.
Libras
A Língua Brasileira de Sinais (Libras) é a linguagem natural, com estrutura e gramática próprias, utilizada por deficientes auditivos para a comunicação entre eles e entre surdos e ouvintes. A TV Globo exibe o recurso quando inserido no vídeo durante a produção. O padrão brasileiro de transmissão digital ISDB-TB não possui recurso para transmissão de Libras oculta, como ocorre com o Closed Caption (legenda oculta).

IDENTIFICAÇÃO DO MATERIAL A SER ENVIADO

• Cada claquete deve conter pelo menos as seguintes informações: agência, cliente, produto, marca, data, título/versão (máximo de 26 caracteres), duração, produtora, número do CRT (Certificado de Registro de Título e indicação sobre a presença de Closed Caption, SAP e Audiodescrição.

• O disco deverá vir acompanhado por uma ficha técnica , informando:
– agência, cliente, produto, título/versão, duração/CRT;
– ordem de cada comercial (posição na sequência de clips), detalhando o identificador e a duração de cada clip.

• O nome do arquivo obrigatoriamente deverá ser igual ao título/versão do material.

Observação: O título/versão e a duração dos comerciais constantes das claquetes deverão ser idênticos aos dos mapas de compra. O título das claquetes deve ser alterado quando os materiais de exibição forem trocados, evitando-se a duplicidade de materiais.